27 junho 2011

Linhas de bordar




Enquanto em tempo de férias é importante ocupar os mais pequenos. Com a I., a questão não se coloca. Entre uma fita métrica, uma máquina de costura e linhas de bordar, ela cria uma loja/atelier para vender os seus produtos de retrosaria.

Quem sai ao seus, não degenera! - não é assim que se diz?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Conhecer a sua opinião é importante para nós em Pingos do Céu.
Obrigado por deixar o seu comentário.